13°C 22°C
São Paulo, SP
Publicidade

Comissão da ALEMS vai fiscalizar fila de espera do sistema de vagas do SUS

Em Mato Grosso do Sul, o tempo de espera para a primeira consulta para realização de uma cirurgia eletiva pelo Sistema Único de Saúde (SUS) pode ch...

10/07/2024 às 17h46
Por: Redação Fonte: Assembleia Legislativa - MS
Compartilhe:
Pedrossian Neto é autor de requerimento de criação da Comissão, que também conta com a participação de outros quatro deputados
Pedrossian Neto é autor de requerimento de criação da Comissão, que também conta com a participação de outros quatro deputados

Em Mato Grosso do Sul, o tempo de espera para a primeira consulta para realização de uma cirurgia eletiva pelo Sistema Único de Saúde (SUS) pode chegar a 18 anos. Na busca de contribuir para a solução desse problema, a Assembleia Legislativa (ALEMS) instituiu a Comissão Temporária de Representação de acompanhamento da fila de espera de pacientes no Sistema de Regulação de Vagas do SUS, na macrorregião de Campo Grande. Os membros do grupo estão designados no Ato 82/2024, publicado pela Mesa Diretora no Diário Oficial do Parlamento desta quarta-feira (10).

O requerimento para criação da Comissão é de autoria do deputado Pedrossian Neto (PSD) e coautorias dos deputados Paulo Duarte (PSB), Caravina (PSDB), Junior Mochi (MDB) e Lucas de Lima (PDT). E são esses os parlamentares que compõem o grupo, cuja finalidade é “monitorar e fiscalizar o cumprimento dos prazos e a transparência na gestão da fila de espera do Sistema de Regulação de Vagas do SUS” na macrorregião de Campo Grande.

A instituição da Comissão está entre os encaminhamentos da audiência pública “Sistema de Regulação de Vagas no SUS: medidas para reverter o quadro de espera dos pacientes em Campo Grande", proposta pelo deputado Pedrossian Neto e realizada em novembro do ano passado na ALEMS.

Nessa audiência, foram apresentados dados do Sistema de Regulação de Campo Grande. Os números mostraram, por exemplo, que o tempo de espera para o paciente conseguir a primeira consulta para realização de cirurgia de cabeça e pescoço é de 214 meses, ou seja, 18 anos. Essa é a situação mais crítica, em se tratando da demora, dos casos elencados, na reunião, pelo parlamentar. São 904 pacientes no total, dos quais 856 aguardando consultar pela primeira vez.

Continua após a publicidade
Anúncio

A audiência também pautou a discussão sobre a judicialização, caminho buscado por muitos pacientes que estão na fila do SUS. Apenas em 2022, o montante judicializado em Mato Grosso do Sul somou R$ 75 milhões “A judicialização, além de impactar na própria ordem da fila de espera da regulação, altera sobremaneira os custos dos procedimentos, gerando distorções de mercado importantes e difíceis de contornar pelo Poder Público”, comentou, na ocasião, o deputado Pedrossian Neto.

Leia mais:

Continua após a publicidade
Anúncio

Pedrossian Neto propõe comissão para acompanhar fila de consultas, exames e cirurgias

Matéria prevê transparência na fila de pacientes que aguardam vagas no SUS  

Audiência: Contribuições serão incluídas em projeto para reduzir fila do SUS

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Paulo, SP
22°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 22°

22° Sensação
2.57km/h Vento
49% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h46 Nascer do sol
05h39 Pôr do sol
Dom 23° 12°
Seg 26° 15°
Ter 25° 15°
Qua 26° 15°
Qui 28° 17°
Atualizado às 14h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 400,530,29 +0,16%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias